10 ferramentas fundamentais para a sua oficina mecânica

Posted by Marketing Onmotor

Na grande maioria das vezes, descobrir quais as melhores ferramentas para uma oficina mecânica torna-se o maior desafio para quem deseja montar seu negócio. A escolha dos instrumentos corretos garantirá um serviço mais fácil e eficaz aos mecânicos e demais profissionais.

Para empreender nesse ramo é necessário mais que paixão e conhecimento sobre o assunto. É preciso também bastante planejamento para a escolha exata dessas ferramentas. Isso engloba conhecimento técnico e o investimento em produtos de alta qualidade.

Outros fatores, como administrar bem a oficina, controlar a entrada e saída de materiais e contratar bons trabalhadores também devem ser estudados. Afinal, a concorrência é grande e os clientes estão cada vez mais exigentes quanto aos cuidados com seus veículos.

10 ferramentas fundamentais para a sua oficina mecânica

Já que as ferramentas para uma oficina mecânica são uma das principais responsáveis pelo sucesso de um negócio automotivo, separamos aqui uma lista com dez delas. Vamos conhecer para que serve cada ferramenta, sua importância e onde encontrá-las.

Prensa Hidráulica

A prensa hidráulica é bastante utilizada em indústrias a fim de cortar, dobrar e modelar materiais como metal, comprimindo itens grandes em blocos reduzidos. Em geral, elas são utilizadas para facilitar o transporte, a reciclagem e o descarte de materiais.

O equipamento também é indicado para manutenção mecânica em tarefas como sacar rolamento de eixos. A remoção de buchas e rolamentos de cubos de rodas e mancais é muito mais rápida e segura com o uso de uma prensa hidráulica.

Para se conhecer bem o princípio de funcionamento dessas prensas basta entender o Princípio de Pascal, que relaciona pressão força e área.

Existem prensas com capacidades variadas, e entre elas estão a de 15 e 30 toneladas. Essas ferramentas podem ser fabricadas sob demanda, de acordo com as especificações técnicas de cada oficina mecânica.

Multímetro

O multímetro tem como função medir os diferentes tipos de grandezas elétricas – Fonte: Paulo Brites Eletrônica

O multímetro é outra importante ferramenta para uma oficina mecânica. O equipamento incorpora diversos instrumentos de medidas elétricas em um único aparelho, como voltímetro, amperímetro e ohmímetro.

Sua finalidade é fazer a medição de diferentes tipos de grandezas elétricas, como resistência, tensão ou corrente contínua e tensão ou corrente alternada. Assim, o aparelho irá trabalhar no diagnóstico de defeitos elétricos e eletrônicos. Ele também possibilita testes de outros componentes, tais como diodos, transistores, capacitores, entre outros.

Em um veículo, o multímetro pode ser usado para testar fusíveis, relés, baterias, bonina de ignição e sistema de som, apenas para citar alguns exemplos importantes.

Ferramentas de ponto (ou fasagem) de motor

Essas ferramentas são utilizadas principalmente nas trocas de correias dentadas com o objetivo de não se perder o sincronismo do comando do motor. É importante frisar que a troca da correia dentada é um trabalho muito recorrente dentro de oficinas mecânicas.

Esse procedimento requer um conjunto de ferramentas especiais para o travamento das polias das árvores de comando de válvulas e da árvore de manivelas. Caso o sincronismo entre as árvores de comando de válvulas necessite ser ajustado, será necessária também outra ferramenta de fasagem.

Em resumo, esses instrumentos específicos são de extrema importância para que o trabalho na troca de uma correia dentada seja bem sucedido em uma oficina.

Torquímetro

Não há como falar de ferramentas para uma oficina mecânica sem pensar no torquímetro, conhecido ainda como chave dinamométrica. A ferramenta tem a forma de uma haste de metal, com uma empunhadura para a pegada e com um furo, onde é colocado um extensor e uma chave de encaixe.

O instrumento é usado para medir a resistência dos metais que são submetidos à torção em um carro. Em outras palavras, o torquímetro tem a função de evitar que uma porca ou parafuso seja apertado mais do que o recomendado pelo manual mecânico da montadora.

Elevador automotivo

O elevador automotivo possui sistema hidráulico e é um item indispensável em uma oficina mecânica. Ele é responsável por levantar um carro a uma altura em que o mecânico possa trabalhar em pé sob ele, com segurança e liberdade de movimentos. É imprescritível em trabalhos de manutenção de um veículo.

Esse equipamento chegou para substituir os antigos fossos, que eram comuns principalmente em postos de gasolina. Sua utilização facilita o trabalho em freios, rodas e suspensão.

É preciso conhecer bem a procedência do motor dessa ferramenta, assim como seu sistema de lubrificação. Um bom elevador pode durar até 30 anos sem grandes problemas.

Guincho hidráulico

Outra importante ferramenta para uma oficina mecânica é o guincho hidráulico. Assim como o macaco hidráulico, ele facilita a tarefa de levantar peças pesadas do veículo. A diferença é que sua pega ocorre de cima para baixo.

O equipamento conta com lança articulada com duas regulagens manuais na extensão. Através de um conjunto monobloco (bomba, reservatório e cilindro hidráulico), cargas são elevadas com pouco esforço físico.

Uma de suas utilidades principais é retirar o motor do capô de um carro.

Manômetro

A função do manômetro é verificar com precisão irregularidades e possíveis desequilíbrios em partes do automóvel que precisam de pressão para funcionar. Dentre elas estão os freios, motor, arrefecimento e combustível.

Há diversos formatos do equipamento disponíveis no mercado. Eles podem ir dos famosos relógios com mostrador analógico (ponteiro) ou digital (numérico) até mesmo telas touchscreen com diversas informações simultâneas.

Scanner automotivo

Scanner Rasther 3 da Tecnomotor (www.tecnomotor.com.br)

O scanner automotivo é um aparelho que recebe e impulsiona, em tempo real, todos os parâmetros operacionais de injeção eletrônica do veículo. Sua função é encontrar possíveis falhas no sistema através de um diagnóstico preciso e detalhado.

O instrumento conta com um software específico que estabelece a conexão entre o aparelho e os sistemas de injeção de combustível. Todas as informações são exibidas em um visor, onde o profissional que está fazendo uso do aparelho pode coordenar os testes de falha e os testes de atuadores.

Outra vantagem é que ele pode prever determinados problemas e apontar melhores opções de configurações.

Alinhador de direção

Se o assunto diz respeito a ferramentas fundamentais para uma oficina mecânica, o alinhador de direção é mais uma opção obrigatória. O equipamento serve para realizar serviços de alinhamento nos automóveis e, a partir dele, os ângulos das rodas do veículo, que envolvem o caster, cambagem e divergência, podem ser ajustados de forma adequada.

Quando alguém busca o serviço de alinhamento, normalmente solicita ainda o balanceamento do carro. Ou até mesmo a oficina oferece ambos em um único serviço. Por isso é válido dispor também de um equipamento de balanceamento de rodas.

Software de gestão Onmotor

O software de gestão Onmotor é mais uma ferramenta importante para o sucesso de uma oficina mecânica, já que é um grande facilitador no dia a dia.

O programa permite a interação com o cliente, já que o mesmo acompanha passo a passo aquilo que seu veículo está sendo submetido através de SMS e e-mail. Além de avisá-lo sobre manutenções preventivas e agendamentos.

Outras facilidades oferecidas pelo software são o acompanhamento das vendas e o controle de estoque, ambos em tempo real. Bem como ter total controle do faturamento de seus serviços e obter gráficos de visão gerencial.

Agora que você já conhece as principais ferramentas para uma oficina mecânica, é hora de tirar o projeto do papel e investir em seu negócio. Se você tiver alguma dúvida ou quiser dar outras dicas sobre o assunto, não hesite e compartilhe aqui seus comentários.

Deixe uma resposta

Whatsapp - 9h às 18h