11 dicas essenciais para quem quer montar uma oficina de motos

Posted by Marketing Onmotor

Como montar uma oficina de motos?

Você sabia que, no Brasil, são produzidas mais de 2 milhões de motos por ano? Pois é, isso é um sinal de que as pessoas têm optado, cada vez mais, por adquirir esse tipo de veículo, visando a ganhar tempo. Significa, também, que cada vez mais motos precisarão de reparos, portanto, investir em uma oficina de motos pode ser um ótimo negócio.

É importante, porém, preocupar-se em montar um bom espaço e atender adequadamente seus clientes. Nossas dicas visam a ajudá-lo a fazer isso, veja abaixo quais são os passos essenciais para seu novo negócio.

image1 (1)
Muitas pessoas sonham em montar sua própria oficina de motos, mas não sabem como fazer isso.

1 – Cuide da parte burocrática

Essa parte pode ser considerada chata, porém é uma das mais necessárias para que você opere de maneira legal e seu negócio funcione corretamente. O primeiro passo aqui é solicitar seu registro junto à Secretaria da Receita Federal e conseguir seu CNPJ. Registre-se, também, na junta comercial e na Secretaria da Receita Estadual.

Em um segundo momento, você precisará solicitar ao Corpo de Bombeiros que vistorie seu estabelecimento para emitir um alvará de funcionamento, que será necessário para conseguir o alvará da Prefeitura. Após a liberação do Corpo de Bombeiros, protocole o pedido de alvará na Prefeitura de sua cidade.

Outra etapa importante, é registrar-se na Caixa Econômica Federal para efetuar o pagamento do INSS/FGTS para seus funcionários, na Secretaria da Fazenda do Estado para contribuir com o ICMS e, por fim, inscrever-se na Prefeitura Municipal para contribuir com o ISS.

A última etapa, é buscar o órgão responsável pelo licenciamento ambiental de sua cidade, que o guiará a contratar uma empresa especializada em transporte e descarte de lixo químico.

Caso você tenha dificuldades em buscar todas essas coisas sozinho, contrate um contador! Ele poderá te ajudar a passar por todas essas etapas.

2 – Estude seu mercado

Conhecer seu público o ajudará a entender como montar sua oficina de motos de uma maneira melhor. Comece escolhendo se cuidará apenas de algumas marcas de motocicletas e, em caso afirmativo, veja regiões onde há uma maior concentração dessas marcas. Por exemplo, caso você escolha cuidar apenas de marcas que são mais consumidas por pessoas com melhor poder aquisitivo, veja em quais bairros essas pessoas moram e trabalham.

Conheça seus concorrentes, veja como eles atuam e como atendem seus clientes para que você consiga oferecer um atendimento similar ou melhor. Estude, também, as preferências e o estilo de seu público, isso o ajudará a montar um espaço mais agradável e se comunicar da maneira correta com ele.

3 – Busque qualificação

A melhor maneira de gerenciar sua oficina de motos é buscar uma qualificação adequada, que o ajudará a entender mais sobre atendimento, preços etc. Isso é necessário para que você consiga acompanhar o crescimento de seu negócio e consiga administrar da melhor maneira seus funcionários e serviços, coisas que requerem conhecimento técnico.

Busque cursos de qualificação em gestão empresarial e invista em mais cursos voltados para mecânica de motos, claro.

4 – Hora de escolher sua localização!

Especialistas apontam que escolher o local certo para instalar seu negócio pode ser responsável por 25% de seu sucesso. Leve em consideração fatores como preço do aluguel, compatibilidade com o público que deseja atender, visibilidade, proximidade e conforto.

Vamos detalhar o que cada fator envolve?

  • Aluguel: É o principal fator que influencia em seus lucros, já que pode aumentar ou diminuir significativamente suas despesas.
  • Compatibilidade com o público: Como falamos antes, quem você deseja atender? Pessoas que possuem apenas motos antigas, pessoas que tenham qualquer tipo e marca de motocicleta? Pessoas participativas de esportes que envolvam motociclismo? Respondidas essas questões, veja sempre onde os clientes que você almeja se concentram, seja por morarem lá ou por trabalharem na região.
  • Visibilidade: Busque sempre um local onde sua oficina ficará destacada e aparecerá bem. Locais de grande circulação são uma boa aposta, já que muitas pessoas passarão por ali e se recordarão de ter visto seu negócio.
  • Proximidade: Pense sempre no quanto seus clientes terão que se deslocar para chegar até sua oficina e, também, se seus fornecedores estão por perto.
  • Conforto: Como é o trânsito do local que você escolheu? Há lugar para seus clientes estacionarem? Perguntas como essas sempre devem ser feitas para que você faça uma autoanálise do que está construindo e identifique possíveis problemas antes de abrir sua oficina.

5 – Estrutura necessária

Uma vez que seu lugar foi escolhido, é preciso ver os itens necessários para compor a estrutura de sua oficina. Para isso, comece estabelecendo uma média de motocicletas que serão consertadas, assim será possível definir o tamanho de sua estrutura da maneira ideal, sem gerar gastos excessivos.

Foque no que deseja fazer! A oficina será voltada apenas para manutenção de motos ou também haverá venda de peças? Quais serão os tipos de serviços oferecidos e qual espaço você precisa para oferecê-los? Indicamos que a estrutura mínima para uma pequena oficina de motos que tenha venda de peças seja de 200 m², contando com um espaço para estoque das peças.

Cuidar da decoração de sua oficina também é um passo importante, principalmente na área de atendimento. Pode parecer besteira, mas clientes tendem a escolher lugares com um ambiente mais bonito e agradável, pois esse tipo de cuidado passa confiança.

6 – Equipamentos necessários

Para oferecer um bom serviço, uma oficina precisa de equipamentos adequados. Leve em conta o espaço disponível para instalação deles e o movimento que espera ter. Oficinas focadas em manutenção de modelos mais simples podem funcionar tranquilamente contendo apenas equipamentos mais simples, como multímetro, manômetro, elevador pneumático etc.

Caso você deseje oferecer mais serviços, invista em itens como um scanner de injeção eletrônica, uma máquina de limpeza de injetores, alinhador de chassi e outros que sejam necessários para o que você deseja fazer.

7 – Controle de estoque

Mesmo que sua intenção não seja vender produtos em sua oficina, conte sempre com um pequeno espaço para armazenar produtos e itens que serão necessários para a manutenção das motos. Fazer isso pode otimizar seu tempo de trabalho e tornar sua entrega ao cliente mais rápida, pois você não precisará entrar em contato com um fornecedor a cada novo serviço que aparecer.

Esteja sempre atento a itens que possuem data de validade e apenas os estoque em grande quantidade caso saiba que sua rotatividade é grande, caso contrário, você perderá produtos e dinheiro. Faça um controle semanal de seu estoque e mantenha todos os dados sempre documentados para uso posterior, na hora de fazer novos pedidos por exemplo.

Defina a periodicidade com que seus pedidos serão feitos, se uma vez por semana, uma vez por mês, uma vez a cada dois meses etc. Ao receber novos pedidos, lembre-se sempre de atualizar seu controle.

8 – Invista em funcionários capacitados

Investir em funcionários que saibam o que devem fazer, e que o faça bem, é fundamental para manter uma boa qualidade do serviço. Fonte: Caronline.

Monte uma equipe com verdadeiros profissionais, pois isso é parte fundamental do sucesso de seu negócio. Nesse momento também é importante mostrar o quanto você sabe, pois, com uma pessoa qualificada a frente do projeto, fica mais fácil cobrar de seus funcionários o que eles devem fazer.

Tente sempre entrevistar e conhecer as qualificações e experiências de seus candidatos para ter certeza de que eles estão prontos para o trabalho.

9 – Controle seu financeiro

Assim como controlar as entradas e saídas de seu estoque é importante, controlar seus gastos e seus ganhos também é. Tente sempre utilizar planilhas e alimente-as corretamente com dados de entrada de dinheiro e de saída.

Faça investimentos graduais em seu negócio, lembre-se de despesas fixas como aluguel e pagamento de funcionários e taxas. A partir disso pense no que pode ser gasto com sua oficina

Evoluções são sempre bem-vindas!

10 – Ofereça um serviço de qualidade

Pode parecer óbvio, mas é sempre importante citar essa parte, isso porque é o seu serviço que fará diferença em seus resultados finais.

Sempre que possível, invista em seus funcionários, qualificando-os cada vez mais por meio de cursos de atualização ou profissionalizantes, permitindo que eles realizem os melhores trabalhos possíveis nos mais variados modelos de motos.

Atenda seu público cordialmente e ensine seus funcionários a fazer o mesmo, pois tratar seus clientes ou possíveis clientes bem é uma etapa importante para que eles voltem e recomendem sua oficina para outras pessoas.

Lembre-se sempre que motociclistas normalmente conhecem muitas outras pessoas que possuem um estilo de vida semelhante, portanto seu maior aliado será o chamado “marketing boca a boca”, ou seja, pessoas que conheceram seu negócio e gostaram o suficiente dele para indicá-lo para amigos e conhecidos. Apesar de antigo, esse ainda é um método muito eficiente na construção de uma boa carta de clientes.

11 – Conheça o OnMotor!

Lendo nossas dicas você chegou a pensar, em algum momento, que seria interessante ter um sistema que o ajudasse em todos esses processos?

Se a resposta foi sim, aqui está a solução, o sistema  OnMotor surgiu em 2014 com o objetivo de entender melhor os processos operacionais e administrativos de uma oficina mecânica e criar uma plataforma para ajudar na organização diária dos processos de sua oficina.

Foi criado, então, um programa de computador que ajuda a organizar o trabalho de oficinas mecânicas, auto-elétricas, funilarias e afins. Surgiu, então, o OnMotor e seu Sistema para Oficina, um sistema online que permite ao cliente mais agilidade nos processos, gerando, então:

  • Grande redução de tempo para cadastramento de dados;
  • Fidelização de clientes, pois o sistema permite que seu cliente acompanhe o serviço que está sendo feito e receber alertas de manutenção preventiva.

Além disso você possui uma visão financeira completa com todo o controle de faturamento e de gastos fixos como aluguel e fornecedores de maneira sempre atualizada. Seu estoque também pode ser controlado por meio de códigos personalizados, que mostram quando é necessário fazer novas compras e repor alguns itens. Por fim, sua equipe também pode acessar seu sistema e você poderá controlar suas permissões e informações que estarão disponíveis.

Gostou dessa ideia? Entre em contato conosco e solicite um orçamento, será um prazer ajudá-lo.

Essas foram nossas dicas de como montar uma oficina de motos. Não esqueça de deixar sua opinião em nossos comentários.

Até o próximo post!

Deixe uma resposta

Whatsapp - 9h às 18h